Já se perguntou qual a diferença entre cimento e concreto? Então, neste artigo vamos apresentar as principais diferenças!

Cimento e concreto são dois materiais indispensáveis em qualquer obra. Muitos, no entanto, acreditam que é a mesma coisa. Mas existem, sim, diferenças tanto na fabricação quanto na aplicação.

Neste post, apresentamos as principais diferenças e das relações de dependência entre esses dois materiais. 

O que o cimento?

Essa é uma mistura de cálcio, ferro, calcário, silício, alumínio e, dependendo da aplicação na obra, outras substâncias podem ser adicionadas.

Trata-se de um pó muito fino que absorve a água e funciona como uma liga que mantém o concreto em bloco.  Assim, ele é um dos “ingredientes” do concreto.

O que é o concreto?

Já o concreto é uma mistura do cimento Portland com água e outros agregados, como brita e areia, além de outros aditivos que adicionam propriedades necessárias ao projeto.

Para a sua produção, a mistura que forma o concreto segue uma proporção entre os materiais para alcançar uma reação química que resulte em uma estrutura sólida e resistente.

Qual a diferença entre cimento e concreto?

Como explicamos, esses materiais são diferentes, apresentando características e processos de fabricação distintos. Sendo assim, enquanto o cimento é um ingrediente aglomerante para ser adicionado à mistura, o concreto já é um produto pronto para uso. No entanto, para a mistura do concreto, o cimento é uma das principais partes constituintes.

O cimento surgiu há mais tempo e, com o tempo, passou a ser usado nessa mistura que se solidifica, que conhecemos como concreto.

Agora que você entendeu melhor a diferença entre cimento e concreto, assine nossa newsletter e receba novos conteúdos diretamente na sua caixa de entrada!