O concreto resfriado com gelo é uma importante solução para evitar fissuras em concretagens de alto volume. Entenda como funciona!

Sabia que dependendo do volume, da temperatura e da composição química do concreto, ocorre liberação de calor que, se não controlada, compromete o desempenho da estrutura? Para lidar com esse problema, há diferentes soluções, como o concreto resfriado com gelo. Sendo assim, entenda melhor o que é e como funciona a aplicação.

O que é o concreto resfriado com gelo e para que ele serve?

O resfriamento do concreto com gelo é uma técnica que previne fissuras geradas pelo excesso de calor. Essas fissuras de origem térmica são mais comuns em concretagem de grandes dimensões, como em barragens, blocos de fundação ou lajes espessas. Por isso, as características próprias do concreto podem fazer com que ocorra uma elevação na temperatura. Dessa forma, quando o concreto termina de “endurecer”, ou melhor, finaliza o processo de pega e esfria, ele se retrai, gerando fissuras internas na estrutura.

Como fazer a aplicação correta desse tipo de concreto?

Considerando que o resfriamento do concreto por gelo é necessário para o projeto, o material é adquirido em fábricas de gelo e misturado no concreto, podendo fazer isso diretamente na betoneira, como substituição à parte da água.

Quando o projeto é de grande porte, é possível produzir o gelo localmente em forma de escamas para ser direcionado especificamente para o concreto. Quanto menor o tamanho do grânulo de gelo a ser misturado, melhor, para se dissolver mais rapidamente.

É sempre importante considerar corretamente a proporção de água, gelo e cimento. Além disso, deve-se verificar a procedência do gelo. Em regiões litorâneas, pode ocorrer de o gelo conter cloreto e sulfatos, se a água congelada for do mar. Isso pode comprometer a estrutura.

A Concresuper é especialista em serviços de concretagem e fornece um concreto resfriado com gelo de qualidade e bom desempenho para o seu projeto. Além disso, você vai contar com uma equipe qualificada, e com um relatório de desempenho térmico da sua estrutura!

Gostou das nossas dicas? Então, assine nossa newsletter e confira outras dicas!