Assim como qualquer outro produto, o concreto também precisa de um controle de qualidade e uma avaliação no momento que é recebido em uma obra. Quer saber por que fazer isso e como implantar na sua obra? Confira!

Por que o controle de qualidade é importante?

O controle de qualidade é um procedimento importante para determinar se o concreto está cumprindo as especificações do projeto. Se houver alguma questão, é possível resolver antes com o fornecedor. Sendo assim, isso vai evitar problemas futuros com o seu projeto, o que representaria um prejuízo financeiro e de tempo muito maior.

Como fazer esse controle?

Existem dois tipos de ensaio ou testes que podem ser feitos com o concreto ainda fresco: slump test e flow test. Afinal, esses apresentam características bem semelhantes.

Slump Test

O slump test é também conhecido como abatimento de tronco de cone. Ele é feito por meio de um molde em formato de cone preenchido com o concreto. A cada camada, o material é compactado com 25 golpes com a haste, até somar três camadas no total. Após a retirada do cone, mede-se o abatimento do material. Quanto maior o abatimento, mais fluido está.

É preciso verificar qual o índice determinado pelo profissional responsável pela dosagem. Se a nota indicar, por exemplo, 13+-3, significa que o limite é 16 cm. Assim, se o resultado do teste for de 18 cm, significa que o concreto tem mais água que o especificado.

Flow Test

Também chamado de espalhamento, ele determina a fluidez de concretos auto-adensáveis. O produto é espalhado em uma placa metálica. Conforme a extensão do espalhamento, o concreto é classificado. Assim, dá para determinar se ele está dentro do que foi recomendado.

O controle de qualidade do concreto é fundamental para garantir que o projeto siga as especificações. Além disso, contribuir para o bom desempenho da estrutura.

Gostou das nossas dicas? Então, assine nossa newsletter para ser notificado sobre novas postagens!