Está com problemas de fissuração por retração do concreto? Confira as dicas que separamos sobre o assunto!

A fissuração por retração do concreto é um fenômeno muito comum que gera muita dor de cabeça em projetos de todos os portes. Para resolver esse problema, é importante entender como e por que ele acontece. Por isso, neste artigo, você vai entender esse processo. Além disso, também vamos compartilhar dicas para você evitar esse transtorno em sua obra.

O que é e como acontece a fissuração por retração do concreto?

A retração do concreto nada mais é do que a redução do volume do agregado. Isso pode acontecer pela perda da água do concreto gerada por erros na dosagem do traço, a forma como a mistura foi feita ou fenômenos químicos e climáticos. Afinal, essa retração do concreto gera trincas e fissuras e, quando isso acontece, toda a estrutura pode ser comprometida.

Como prevenir e/ou resolver esse problema?

Em primeiro lugar, é importante saber como evitar que esse problema ocorra. Uma das formas é utilizar a sílica na composição do concreto. Dessa forma, minimiza-se o risco de retração por exsudação, conhecido também como “suor do concreto”.

Quando a retração ocorre por carbonatação, é possível prevenir com o uso da sílica ativa. O hidróxido de cálcio reage com o dióxido de carbono para formar silicatos de cálcio hidratado. Dessa forma, esse fenômeno fornece mais resistência ao concreto.

Também é necessário fazer a cura do concreto de modo adequado, que pode ser realizado por aspersão e com o auxílio de produtos químicos e mantas. A ideia é manter a umidade do concreto pelo tempo necessário. Caso as trincas já tenham se formado, é possível aplicar selante acrílico, impermeabilizantes e tela de poliéster. 

Gostou das dicas de como lidar com a fissuração por retração do concreto? Então, assine nossa newsletter e receba mais conteúdo em seu e-mail.